sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Tenho me afastado um pouco de quem eu amo, mas esse tempo era necessário. Eu precisava me conhecer mais, me amar mais, pra não cair. O que eu queria, eu consegui, mas algumas coisas vieram de brinde. Como, por exemplo, pensar mais. Eu não queria, porque se penso demais, penso em coisas que não eu não quero pensar e, se eu penso em coisas que eu não quero pensar, eu me amo menos, assim todo o esforço torna-se em vão.
Confesso que estou com medo do que está por vir. Estou com medo porque sei que será muita cobrança, muito esforço e não é certeza que dará certo. E, se não der certo, eu vou cobrar mais de mim. Vou cobrar, vou chorar, vou pensar em desistir, mas vou querer de novo... É sempre assim, não me contento com o que tenho.

Um comentário:

Andressa disse...

Estou seguindo. Vc escre muito bem.! Gostei daqui.

http://apeenas.blogspot.com/